terça-feira, junho 29

ETIQUETANDO

BRINCANDO DEBAIXO DA MESA




Que linda a ideia encontrada no www.odiade.com. As brincadeiras ficam bem mais divertidas assim!

DE SALA NOVA: VAI UMA AJUDA AÍ?



Pretendo nestas férias fazer uma reforma externa da minha casa, mas vou abrir uma exceção e ajeitar um espaço interno: a sala! No básico mesmo, quero mudar o sofá, as cadeiras descascadas...

Minha sala é pequena, em um espaço pequeno, com 1 sofá, 2 cadeitas, uma tv e um pequeno armário onte coloco a tv.

Seguindo a ideia de um blog que acompanho e pediu sugestão para redecorar o quarto, peço também sugestões a baixo custo. Alguém se habilita?

Beijos!

SABER DIREITO: RSR

Repouso semanal salarial: um direito do trabalhador



O Saber Direito convidou o advogado Fernando Cassar para explicar um direito do trabalhador que existe há séculos, mas que por muito tempo não foi remunerado, o descanso semanal, mais conhecido como folga.

No início do curso o professor faz uma retrospectiva da trajetória do trabalhador que começa a.C, "Historicamente falando, o repouso semanal já era utilizado pelos hebreus na idade antiga onde se previa um descanso no sétimo dia. Sabemos que a cultura religiosa sempre foi dominante nas relações da sociedade daquela época e até hoje tem sua grande influência".

No Brasil, a primeira lei que tratou de repouso semanal e ainda sem ser remunerado foi em 1932, quando não havia a Consolidação das Leis do Trabalho, responsável por reger as relações de trabalho no país. Naquela época ficou determinado que um dia por semana o empregado teria direito a este repouso semanal.

Nas aulas o professor deixa claro a necessidade de se fazer uma distinção, "primeiro a lei veio para garantir que todo trabalhador tivesse um dia por semana para descansar. Posteriormente, este dia de descanso passou a ser obrigatoriamente remunerado. Por isso, não basta simplesmente ter a garantia do direito de descansar se não tiver a remuneração correspondente".

Por que será que o legislador precisou pensar nisso? Se assim não fosse, o empregador não ia querer pagar ao empregado para que ele ficasse em casa descansando. Foi necessária a evolução histórica para que o tema fosse tratado de forma científica.

Tudo isso e muito mais no Saber Direito, nas aulas do especialista em direito do trabalho, Fernando Cassar. E mais! O Saber Direito também está no Youtube. Para assistir às aulas, basta acessar www.youtube.com/stf

Exibições:
Segunda a sexta - 07h e 23h30 (inédito) / 11h (reapresentação)

IDEIA PARA FÉRIAS COM CRIANÇAS

É, estou viciada no blog Lá Em Casa, como se pode ver pelas postagens anteriores. Mas ele é mesmo cheio de boas novidades. Uma que vi hoje foi a de trabalhar a pintura com as crianças e valorizá-las expondo suas obras em quadros emoldurados pela casa. Clique aqui para acessar o blog e ver a íntegra da matéria.


segunda-feira, junho 28

RECEBENDO VISITAS

BOLSO NA COLCHA

Que prático! Saiu na blog Lá em Casa, que deu como fonte o Brincando de Decorar.


POR UMA JUSTIÇA MAIS HUMANA

A matéria abaixo, encontrada no site da Folha (http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/753594-homem-contrai-dividas-para-estudar-doenca-do-filho-e-justica-evita-despejo-em-curitiba.shtml), me comoveu, me emocionou e não podia deixar de colocá-la aqui. Este homem é verdadeiramente um homem, um ser humano, um santo, um pai.

Quanto à atitude da juíza: MARAVILHOSA. Ela agiu com os sentimentos que qq pessoa teria naquela situação, mas soube inteligentemente usar de meios jurídicos plausíveis e coerentes com a situação. É uma inspiração para nós, que queremos atuar na magistratura.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

19/06/2010-07h10

Homem contrai dívidas para estudar doença do filho, e Justiça evita despejo em Curitiba
JULIANNA GRANJEIA

Uma decisão inédita da Justiça reverteu verba do fundo pecuniário --dinheiro recolhido de condenações judiciais-- para quitar a casa de um pai que abandonou o emprego para pesquisar a doença rara e incurável do filho. Ele seria despejado por falta de pagamento.

A história --que lembra a do filme "Óleo de Lorenzo" (George Miller, 1982)-- aconteceu em Curitiba (PR). O engenheiro mecânico Adolfo Celso Guidi, 52, deixou o cargo de gerente de uma concessionária em 2000, ao descobrir que o filho Vitor Giovani Thomaz Guidi, à época com dez anos, tinha gangliosidose GN1 tipo 2.
"A doença começou a se manifestar quando ele tinha quatro anos. Nenhum médico no Brasil conseguiu fazer o diagnóstico. Larguei tudo e fiquei uma semana em Buenos Aires com minha família, onde diagnosticaram a Gangliosidose. Quando eu retornei para o Brasil, um médico me disse que não tinha o que fazer", afirmou Guidi à Folha.

Divulgação/Justiça Federal de Curitiba

Vitor e o pai Adolfo Guidi (dir.), em audiência de conciliação com o banco em Curitiba (PR)

O engenheiro, inconformado com a resposta, começou a estudar a doença na biblioteca da faculdade de medicina da UFPR (Universidade Federal do Paraná). "A gangliosidose impede a reprodução de neurônios, que degeneram. Por meio de um processo homeopático, que funciona como um antídoto de veneno de cobra, a gente fornece essa enzima e o organismo trabalha", explicou o pai, que encontrou a fórmula de um medicamento para o filho em 2001.

Para alcançar esse resultado, Guidi diz que gastou, na época, cerca de US$ 80 mil dólares (cerca de R$ 149 mil atualmente) e deixou de pagar as prestações de sua casa. "Tudo saiu do meu bolso, não pude mais pagar nada e minha casa foi a leilão", afirmou.

O processo da Caixa Econômica Federal, financiadora da casa, contra Guidi teve início na Justiça no dia 30 de março de 2001. Depois de vários recursos, o caso caiu nas mãos --abençoadas, segundo o pai-- da juíza federal Anne Karina Costa, 39, da Vara do Sistema Financeiro de Habitação de Curitiba (PR).

"O caso já estava tramitando em julgado e íamos fazer a liquidação, de acordo com a decisão judicial. Caso ele não pagasse o valor acordado, ele teria que sair do imóvel. Então, durante uma audiência de conciliação, após a representante da Caixa propor um acordo, ele disse que queria explicar o motivo de não ter pago a dívida e contou a história do filho dele. Falei para juntar toda a documentação e iniciar uma campanha para arrecadar dinheiro", afirmou a juíza.

O banco reduziu a dívida de Guidi de R$ 119.500 para R$ 48.500. Mesmo assim, ele não tinha possibilidade de pagar. "A única renda que eu tenho, vem do trabalho que faço quando dá tempo, na oficina mecânica que eu montei na minha casa", disse o engenheiro.

Mãe de três filhos, sensibilizada com a história de Guidi, Anne --que já foi juíza da Vara Criminal-- lembrou do fundo que a Justiça mantém com as penas pecuniárias. "Fiz uma solicitação para a juíza da 1ª Vara Criminal, Sandra Regina Soares, que é responsável pelo fundo, e para o Ministério Público Federal. O dinheiro arrecadado com as penas vão para entidades assistenciais, eu tive a ideia de inscrever Guidi como um projeto", afirmou a juíza.

(veja o vídeo aqui)

Decisão inédita

Em uma decisão, que pelo conhecimento de Anne é inédita no Brasil, o Ministério Público e a Vara Criminal autorizaram que o fundo fosse utilizado para o pagamento da dívida de Guidi com a Caixa. A audiência final foi no dia 13 de novembro de 2009. "O que eu fiz foi algo que estava dentro da minha possibilidade. Eu me coloquei no lugar dele e ele optou pelo filho. Não teria como exigir dele outra atitude. Além disso, se retirássemos a casa, acabaríamos também com a única fonte de renda dele", disse a juíza.

Maria Teresa Maffia, 51, conciliadora da Caixa que atuou no caso, também diz que nunca ouviu falar de uma decisão como essa. "A Caixa é uma instituição financeira e nós fizemos tudo o que poderia ser feito, de acordo com o contrato dele. Na última audiência, todos nós ficamos muito emocionados. Nós não sabíamos dessa possibilidade de encaminhar o caso de uma pessoa física como um projeto", disse.

A juíza diz esperar que a decisão se repita e sensibilize as instituições financeiras. "Foi uma decisão judicial que abre precedentes para outros casos. Espero que as instituições, um dia, possam perdoar a dívida em casos excepcionais como esse".

Guidi cuida do filho sozinho, há três anos ele se separou da mulher. "Ela ficou mais doente que meu filho e eu não percebi. Até hoje ela não saiu da depressão. Se eu pudesse voltar atrás, teria agido de outra forma, mas, na época minha decisão era salvar a vida do meu filho e eu tinha muito trabalho", afirmou Guidi.

Hoje, o engenheiro auxilia duas outras crianças que têm a mesma doença do Vitor, 21. "Com a enzima produzida na farmácia de manipulação e com a alimentação que eu pesquisei e preparo para meu filho todos os dias, ele está muito melhor. Ele não tem mais dificuldades de engolir e a musculatura não é mais contraída como antes".

Vitor só caminha com auxílio, por isso usa uma cadeira de rodas. Ele frequenta a escola de educação especial 29 de Março, onde Guidi é tesoureiro e voluntário.

Para Guidi, sua história é uma "grande obra de Deus". "Eu sempre soube que não ia perder minha casa. Foi Deus quem colocou a juíza Anne e a Teresa da Caixa na minha vida. Se eu fosse para a rua, ninguém cuidaria do meu filho".

domingo, junho 27

PORTA RECADOS

Criatividade no porta recados. Fácil assim, eu vou fazer. Já vejo meus recadinhos e meus desafios semanais do regime nele, rs.


Fonte: Quero Enfeitar Você

CADEIRAS FRIENDS?

A primeira vez que vi foi no seriado Friends e achei muito criativo. No blog Lá em Casa é possível ver a mesma ideia. Ainda vou ter um conjunto de mesa e cadeiras variado assim.


BRASIL x CHILE

Nossa, mas é jogo encima de jogo! Na comemoração em família estou levando um prato de sobremesa. Desta vez vou levar algo diferente, sagado e bem apropriado: vamos comemorar a vitória do Brasil comendo um prato chileno!!!!!!

A receita é inspirada em um prato feito no programa Mais Você. Veja abaixo:


COZINHA DE CARA NOVA

Estou louca para colocar uns adesivos em minha casa e o primeiro lugar será a geladeira. Olha que ideias maravilhosas do http://loja.meuadesivo.com.br/. Acesse o site da loja e veja a quantidade de adesivos para toda a casa. Eu amei!

















 

















sábado, junho 26

MÚSICA NOVA - LO HECHO ESTÁ HECHO

Assisti um novo (pelo menos para mim) video de Shakira esta semana: Lo hecho está hecho. A coreografia é linda e vale a pena conferir.

PRATO DO DIA.

Fácil, simples e delicioso, vai abaixo a receita:

O que leio agora?



EXECUÇÃO TRABALHISTA. Não é um livro que alguém passe o olho e vá logo querendo ler, mas os concurseiros e atuantes da área jurídica, especialmente a trabalhista, precisam ler! O autor é Homero Batista Mateus da Silva. Apesar da obra trazer pontos bem aprofundados sobre a matéria, o autor onsegue ser muito claro, explicando de forma bem acessível os novos entendimentos do TST e as polêmicas doutrinárias.

Ganhando presentes!

Ai que gostoso! Recebi visitas hoje e ganhei presente!

O melhor, claro, é a visita. Um casal de amigos que há muito não via. Ela foi minha aluna e depois colega de trabalho. Tenho um grande carinho por eles.

Fico até envergonhada, pois ela sempre lembra de meu aniversário (apesar de este ano ter adianto uns dias) e eu nunca lembro do dela. Fico até sem jeito de perguntar quando é mesmo. Mas quem me conhece sabe que não é maldade, eu nunca lembro de datas importantes com facilidade. Aliás, sou bem esquecida pra muita coisa. Uma vez até ganhei uma imagem de São Longuinho de meu pai. KKKKK

Mas olha que delícia de presente. Vou usar muito! Obrigada, Denice!
 
 

sexta-feira, junho 25

AI, QUE VIDA!

Um filme MA RA VI LHO SO!!! Sim! Eu me acabei de rir, até porque muita coisa que eles falam e fazem  são parte do dia-a-dia do meu Ceará.

O filme é piauiense, "Ai, que vida", uma comédia muito boa. Sou louca para comprar este dvd, o original, claro! Quem sabe alguém ainda me dá de presente, já que não encontro em minha cidade e não gosto de fazer compras via internet.



DO ARCO DA VELHA

quinta-feira, junho 24

quarta-feira, junho 23

Blogueiras e concurseiras, todas fofitas: SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!!!!



Fonte: http://meumundocordeabobora.blogspot.com/2009/11/presente-de-natal.html

ATÉ PRA FAZER ISSO A GENTE TEM QUE PERDER PESO, KKKK

Ah, minha gente, me acabei de rir e de achar a coisa mais fofa do mundo este bebê.

Vi referência ao vídeo em um blog maravilhoso que adicionei aos que sigo hoje, o meumundocordeabobora.blogspot.com.


VAMOS DEIXAR A CASA MAIS VERDE NESSAS FÉRIAS?


Férias chegando. Sinônimo de engorda? Ociosidade?


Estas férias, apesar de não serem férias mesmo pra mim, pois estudar para concurso quase não dá folga, vou fazer uma mini reforma em casa, mas só na parte externa. Uma das coisas que pretendo mudar é o jardim, ou aquilo que eu quero chamar de jardim, rs.

Informar-se na loja de articgos de jardinagem sobe as melhores plantas para sol, sombra, que dêem frutos, flores, o quanto de água precisam, etc, é o primeiro passo quando já se estabeleceu onde será o mini jardim.

Já comecei a fazer umas pesquisas e ter umas ideias.





Vamos deixar a casa mais verde também?

segunda-feira, junho 21

Arroz de leite.

Hoje o jantar foi arroz de leite. Prato simples e regional, que não enche muito, mas deixa satisfeito.


São Paulo? São Paulo!



O maior receio, confesso, é quanto ao lugar, pois a 2ª Região alcança SP capital e região metropolitana. Acostumada com a vida pacata e agradável do interior do Nordeste, compensa tentar o concurso em um lugar onde, por mais difícil que seja passar, em passando eu talvez não tivesse a coragem de viver ou viveria com temor?

Gostaria de ter mais informações sobre o estilo de vida em São Paulo.



sábado, junho 19

Festa Junina

Não sei como esta época é comemorada em outros estados do Brasil, aliás, como é vivida fora do Nordeste, pois aqui fazemos muitas festas típicas, com música, quadrilha, fogueiras iluminado toda a cidade, pinhata, bolos de macaxeira, fubá, milho, muita canjica, mugunzá, vatapá, pamonha...

Todas as escolas convidam os pais para comemorarem assistindo seus filhos na quadrilha e outras apresentações caipiras. É muito divertido.

A revista crescer traz uma matéria com muitas dicas este mês. Confira clicando aqui.

Fonte da foto: http://1papacaio.com.br/modules.php?op=modload&name=Cliparts&file=index&do=showpic&pid=8345&orderby=titleA

sexta-feira, junho 18